amores expresos, blog do ANTÔNIO

Tuesday, May 22, 2007

IF IT´S A TRUE TRIP, IT NEVER ENDS

Ao contrário do futebol, que (só) acaba quando termina, uma viagem continua muito além da volta. Nas roupas, papéis, sapatos, folhetos, guardanapos e palitos que, desde sábado, vão saindo da mala como lesminhas indisciplinadas e rastejando por todos os cantos da casa -- tentando criar aqui o caos que deixei para trás? Nos sonhos de toda noite com Xangai (quando estava lá, sonhava com o Brasil, agora inverteu: vai saber a que estranhos pêndulos está sujeito nosso pobre inconsciente). Nas fichas que vão caindo, lentamente, sobre a China, sobre mim, sobre nossa pátria varonil.
Há certos acontecimentos, no entanto, que podem alterar todo o significado da viagem. Breque.
Cheguei aqui no sábado e fui recepcionado por meia dúzia de cronópios endiabrados com pandeiros, flâmulas, línguas de sogra, tamborins, canapés, rapapés, estalinhos guri e um ou outro canguru que fumava cachimbo, se bem me lembro, lá pelas três da manhã. Cantamos, bebemos, comemos e dançamos por horas e horas, até que o Perê -- líder máximo dos cronópios, caso esses seres inordenáveis se dobrassem a qualquer hierarquia – me perguntou: você caiu no golpe das chinesas? E foi então que a música parou, a festa sumiu, e agora José?
Helen e Shirley, aquelas do amor verdadeiro, lembram? Pois é, meus caros, aquele almoço, aquele diálogo, a possibilidade implícita de casamento, era tudo um truque para me levarem para a casa de chá e me fazerem gastar uma pequena fortuna no cartão de crédito. (Uma parte, depois, elas receberiam em comissão). Aconteceu igualzinho com ele, e com um italiano amigo dele, e um irlandês amigo do italiano, mas elas se chamavam Barbara ou Sheila ou Carol ou Jeniffer. Elas abordam o gringo na rua, elas falam docemente, elas levam o cara para passear e, invariavelmente, todo aquele encontro romântico, antropológico e cultural termina numa bucólica casa de chá, diante das duas palavrinhas mágicas: Visa ou Mastercard?
Eu esperava me deparar com Nikes falsificados, Pradas, Guccis e Armanis do porão da esquina, mas não imaginei, nem em meus mais altos delírios, que a conversa sobre o amor verdadeiro pudesse ser inteiramente falsa. Quase chorei. Respirei fundo e então me dei conta: assim é muito mais legal! É sensacional! Obrigado, Helen e Shirley. Ou Bárbara, ou Carol, ou Sheila, ou Jennifer, ou quaisquer que sejam seus verdadeiros nomes falsos. Essa viagem não vai terminar tão cedo...

18 Comments:

Blogger Natália said...

Oi, tudo bem? Meu nome é Natália e eu tenho 15 anos. Estava na internet procurando mais sobre você, quando encontrei seu blog. Muito legal. Eu adoro os textos que você escreve pra Capricho, me divirto com eles! Também admiro muito o seu trabalho, acho que você escreve muito bem. Eu penso em ser jornalista, mas tenho algumas dúvidas, então você podia, um dia, escrever uma matéria sobre essa profissão, explicando melhor como é.
Parabéns pelo seu trabalho!
Natália.

May 22, 2007 at 5:10 PM  
Blogger luciana said...

Uau! E que assim seja! Decididamente uma graça, esse Antonio.(Cadê as fotos dos seis, ou dô ceis?)
E aqui no Brasil(SP) tem o loirão que pega criancinhas que adoram dar dinheiro pra quem tem um inglês fluente, um quase-nativo. Dizem que tem uma comunidade no orkut "eu tb. caí e dei dinheiro para fulano".

May 22, 2007 at 8:47 PM  
Blogger ... said...

parabéns por deixar que comentem seu blog! e pelas narrativas despretensiosas.
deleite com palavras simples.

May 22, 2007 at 9:30 PM  
Blogger Betão said...

e ae rapaz...como anda nosso brasil,to vendo que a recepção foi muito boa hein rsrsrsrs.um abraço do seu amigo

May 22, 2007 at 10:05 PM  
Blogger amanda said...

e agora, José?
e agora, você?
que vai fazer agora que voltou da China?

May 23, 2007 at 6:14 AM  
Blogger Nana said...

E o livro, sai quando?

May 23, 2007 at 6:24 AM  
Blogger Katia said...

Como assim era mentira? Eu, romântica que sou, tb cairia direitinho... rs
Venho todos os dias aqui p/ saber das novidades. Adoro suas histórias!!!
Beijos

May 23, 2007 at 9:35 AM  
Blogger Juliana Correia said...

Antônio, digeri seu blog todo, já sabia pela imprensa da sua viagem para a china para escrever uma história de amor depois, li as críticas, li sua coluna na Capricho explicando, e agora li seu blog, como quem lê um paragrafozinho assim, rapidinho.
Adoro o jeito que você escreve, com esse misto de palavras simples e divertidas que quando vão se juntando no papel constróem as vezes lições de vida, as vezes coisas inusitadas que eu não tinha imaginado nunca e as vezes simplesmente me permitem um sorriso. Desde o seu primeiro texto na Capricho eu sou sua fã, e agora que tô largando o jornalismo pela psicologia, continua sua fã, e mais feliz, pois sei que aqui posso te ler além das quinzenas!
Parabéns...(ai, que clichê né?)

www.conversadebotasbatidas.blogs.sapo.pt

Juliana Correia

May 23, 2007 at 9:38 AM  
Blogger Juliana Correia said...

Juliana Correia disse...
Antônio, digeri seu blog todo, já sabia pela imprensa da sua viagem para a china para escrever uma história de amor depois, li as críticas, li sua coluna na Capricho explicando, e agora li seu blog, como quem lê um paragrafozinho assim, rapidinho.
Adoro o jeito que você escreve, com esse misto de palavras simples e divertidas que quando vão se juntando no papel constróem as vezes lições de vida, as vezes coisas inusitadas que eu não tinha imaginado nunca e as vezes simplesmente me permitem um sorriso. Desde o seu primeiro texto na Capricho eu sou sua fã, e agora que tô largando o jornalismo pela psicologia, continua sua fã, e mais feliz, pois sei que aqui posso te ler além das quinzenas!
Parabéns...(ai, que clichê né?)

conversadebotasbatidas.blogs.sapo.pt

Juliana Correia

May 23, 2007 at 9:39 AM  
Blogger Jane Malaquias said...

Espero que vc demore muito de chegar, ou melhor, que continue viajando...

May 23, 2007 at 12:46 PM  
Blogger Adriana Bosco said...

Welcome back,preciso te mandar umas uvas...

May 23, 2007 at 1:33 PM  
Blogger Mariana said...

Como você tá colocando muito inglês, lá vai... POOR YOU! Tipo... Poxa, que golpe, hein? Não se sinta mal, qualquer um(a) de nós cairia nesse truque. Em um país estrangeiro onde, presumo, não se entende bulhufas do que os outros estão dizendo, qualquer pessoa amigável é bem vinda. Ainda mais, mulheres, né, Antônio (no meu caso homens, mas vc entendeu ;D)? Tô brincando... ^^"

Mas pensa assim... Pelo menos vc tomou um chá. ;) E duvido que a conversa tenha sido pura encenação. Pela coluna dá pra ver que, mesmo querendo ganhar dinheiro em cima de vc, elas conversavam coisas sérias.

Tá, acho que eu não tô ajudando... ^^"

Posso te perguntar uma coisa? Você lê esses comentários? %) Sei lá... Nunca se sabe.

Beijos e abraços!!!
Mari =***

May 23, 2007 at 7:12 PM  
Blogger Lia said...

Estou atônita, pasma, chocada, oh-meu-Deus, com o fato das chinesas serem apenas um golpe. Mas "Love ends, Shirley" foi um texto foda, sendo ela na verdade uma vigarista ou não.

May 24, 2007 at 1:39 AM  
Blogger Bibiana solta pipa said...

querido antonio, pois é... existem coisas que o dinheiro não compra, para todas as outras existe mastercard...

May 24, 2007 at 7:41 AM  
Blogger Ana Paula said...

Texto incrível! Virei sua fã ...
É por isso que viajar é a melhor forma de viver, de aprender, de encantar! É o que a gente leva pro resto da vida dentro dos nossos corações, da memória e em álbuns fotográficos, onde ficarão eternizadas através de gerações.
Grandes beijos!
Parabéns pelo blog!

Paulinha
http://www.fazendohora.blogger.com.br

May 25, 2007 at 12:35 PM  
Blogger resung said...

é... se a sua "never ends"... imagina a de quem ainda está aqui! Eu continuarei lendo...!!! Você Continuará postando??!! Espero que SIM! Aguardo ansiosamente! Beijos Renata Sung

May 25, 2007 at 1:03 PM  
Blogger Paula Santomauro said...

ia dizer que sou sua fã...mas desisti. Que implic, todo mundo é! Ia dizer que tb escrevo e...todo mundo tb escreve! Ia dizer que te leio na capricho e...surpresaaaaaa! Todo mundo te lê na capricho. Então, querido, sorry, mas não vou nem comentar a bela lição de amor verdadeiro que a chinesinhas te deram!!!!
Se cuida e se jogaaaaaaaaaa, bom "back to reality"
SAT NAM ;)

May 25, 2007 at 2:06 PM  
Blogger San said...

ah meu querido! talvez estivesses cego pelos sorrisinhos das chinesinhas (alguns ja disseram que sao umas perigosas gracinhas) nem todos os grandes amores se escondem atras de visa e mastercard, mas tambem de noites insanas xangainesas! fazes falta aqui! bjos

May 28, 2007 at 2:43 AM  

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home